10 negócios à prova de recessão

Autor: 
Dave Roos

Na época em que este artigo foi escrito, a economia dos Estados Unidos enfrentava uma longa e profunda recessão. Se há algo que já aprendemos em recessões passadas é que o desemprego decola durante esse período uma vez que as empresas fecham as portas ou cortam custos para enfrentar os tempos difíceis [fonte: NPR].

Durante as recessões, manter o emprego é a prioridade número um na vida de qualquer trabalhador. Negócios à prova de recessão são tradicionalmente definidos como aquelas áreas que conseguem prosperar até mesmo nos momentos mais difíceis da economia, ou pelo menos sobrevivem ilesas.

Negócios à prova de recessões
©iStockphoto.com/GodfriedEdelman
Profissionais que trabalham com tecnologia da informação dificilmente perdem seus empregos durante períodos de recessões

A crise financeira que atingiu o mundo entre 2007 e 2009, no entanto, alterou as regras sobre recessão. Muitos economistas dizem atualmente que já não há mais um único negócio que seja à prova de recessão. E que o melhor que as pessoas podem esperar é ter um emprego que resista à recessão [fonte: Chase - em inglês].

Cada setor da economia acaba sofrendo um baque, como a redução dos gastos por parte dos consumidores e congelamento dos créditos por parte dos bancos. Enquanto isso o governo se arrasta buscando uma solução. O truque é descobrir qual o setor da economia que se sairá melhor do que o resto no meio da tempestade.

A chave para manter o emprego durante a recessão, dizem os especialistas, é encontrar uma carreira que tenha potencial de crescimento a longo prazo, seja imune à terceirização e não esteja atada ao gosto volúvel dos consumidores [fonte: Burt - em inglês].

Novamente então, o que os especialistas sabem? Como você verá do primeiro ao décimo negócio à prova de recessão da nossa lista – a ordem da lista não quer dizer nada – a mudança nos gostos dos consumidores pode resultar em “doces” lucros. Leia para descobrir.