Como escrever um currículo

Autor: 
Jane McGrath

 

Um currículo com formato convencional é melhor para ler, o que facilita a vida do seu possível empregador.
© istockphoto.com /Stu99
Um currículo com formato convencional é melhor para ler, o que facilita a vida do seu possível empregador.

Sempre disseram para você não julgar as pessoas pela primeira impressão. Infelizmente, quando se trata do seu currículo, seu possível empregador vai fazer exatamente isso com você. Mesmo que você abra seu coração, alma e história de vida naquele importante documento, o mais provável é que o empregador descarte seu currículo assim que acabar de ler. Afinal, eles têm centenas de currículos para ler, e por vários motivos o seu pode não ter conseguido seduzir seu possível chefe. Isso não significa que você não é qualificado para a vaga. Pode apenas significar que você precisa desenvolver seu currículo com uma nova perspectiva e munido de algumas dicas eficientes.

Quando você está elaborando seu currículo, você precisa evitar algumas armadilhas perigosas. Primeiro, precisa conseguir gabar-se de você mesmo sem exagerar. As pessoas que estão examinando a pilha de currículos já viram de tudo e podem enxergar blefes a quilômetros de distância. Outra dificuldade é fazer o seu currículo se destacar sem apelar para truques e diagramações que irão apenas decepcionar a pessoa que o estiver lendo. Cores neon e fontes de texto engraçadinhas podem fazer com que você seja notado sim – mas não da maneira que você quer. Em vez disso, um formato simples e limpo irá atrair a atenção desejada para a parte importante do currículo: suas qualidades e realizações.

Um currículo bom atrai a atenção do empregador rapidamente. Mas mesmo o menor erro gramatical vai tirar o foco de todo o seu trabalho duro. A Lei de Murphy, que defende que “tudo que pode dar errado vai dar errado”, poderia ter sido escrita sobre currículos. Felizmente, não há um erro que já não tenha sido cometido antes. Como tantas coisas podem dar errado (e muitas vezes dão), os exaustos leitores de currículos já preencheram muitas orientações e sugestões para você poder elaborar o seu.

Nós montamos algumas dicas de especialistas sobre o que incluir e, talvez o mais importante, o que omitir do seu currículo. No geral, tenha em mente que o seu objetivo principal deve ser conseguir uma entrevista – deixe-os ansiosos por mais. É muito fácil esquecer esse objetivo, então grave-o como um mantra. Com isso em mente, vamos analisar as principais partes do seu currículo.