Como funciona a previdência privada

Autor: 
Celso Monteiro
­previdência privada

A cada dia que passa, a expectativa de vida do homem aumenta. No Brasil, por exemplo, de 1980 para 2002, ela cresceu de 62,5 para 71 anos, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). E a tendência é continuar a crescer.

Além de querer descansar e curtir outras atividades, com a idade, alguns custos adicionais chegam como os dos remédios ou das altas mensalidades dos convênios médicos. É importante, portanto, que você pense em como garantir uma boa renda na sua aposentadoria, além da aposentadoria paga pela Previdência Social.

Uma boa maneira é investir em um plano de previdência privada, ou seja, aplicar mensalmente desde jovem uma pequena quantia de dinheiro que, ao final de 30 ou 35 anos, se constituirão em um boa grana. Os administradores desses produtos financeiros normalmente aplicam seu dinheiro em fundos e ações conservadoras para garantir a rentabilidade. Você poderá desfrutar a “melhor idade” da melhor maneira possível.

Neste artigo, desvende o universo das aplicações financeiras de previdência privada.